A Rosa

5974739394_b50180661e_z

Venha pra casa,
rosa machucada.
Foi a vida,
essa coisa estranha à ser vivida.

Venha sem medo, florzinha.
Pois ele congela os passos,
quebra os laços,
pois ele te torna arredia.

Venha sem culpa, menina.
Não mais há condenação,
Nem há pecado
Maior que o preço que foi pago.

Venha pra casa,
rosinha.
Foi só a vida,
essa coisa estranha à ser reescrita.