Liberdade

6041888040_bc879db597_z

Voe, minha alma,
voe livre.
Pois já não tenho amarras.
Troquei-as por novas asas
quando o perdão me alcançou.

Voe, minha mente,
voe aberta.
Tirei o cabresto e o freio
religioso, estreito,
quando a Graça me bastou.

Falem livres, sejam livres.
Minha voz e minha pena,
minha mente e meu poema
Não parem na barreira
Não se contenham pela contenda
de quem nunca O encontrou.

“Se, pois, o Filho vos libertar, verdadeiramente sereis livres” – João 8:36

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *